O número de roubos e furtos de veículos no Brasil cresceu no primeiro semestre. Dados divulgados pelo Grupo Tracker apontam que, nos seis primeiros meses de 2025, o índice subiu 7,64% ante o registrado no mesmo período do ano passado.

Os segmentos motos, utilitários e veículos leves tiveram, respectivamente, crescimentos de 32,04%, 28,53% e 6,43% e impulsionaram o índice geral para cima. Veículos pesados registrou queda de 27,46% e as ocorrências envolvendo carga caíram 22,74% no período.

Ao todo, o Grupo Tracker evitou um prejuízo de mais de R$ 256 milhões de reais de janeiro a junho. As equipes de pronta resposta foram acionadas 2606 vezes no período, uma média de 434 ocorrências mensais e 24,5 diárias.

“Em 2023, trabalhávamos com uma média de 22 eventos por dia. No ano passado, este número subiu pra 23 e atualmente são entre 24 e 25 eventos dia. É um crescimento bastante expressivo”, analisa o diretor Nacional de Operações da empresa, Carlos Alberto Betancur Ruiz.

A companhia comparou também as ocorrências registradas no primeiro e segundo trimestre de 2025. Entre abril e junho foram registrados 2297 acionamentos, contra 2309 nos meses de janeiro, fevereiro e março – uma queda de 0,92%. Houve redução nos segmentos Veículos leves (-2,34%), Utilitários (-5,28%) e Carga (-20%). As altas ficaram por conta de Veículos pesados (9,68%) e Motos (22,95%).

Fonte: Multi-Cálculo Saúde

 

Fique seguro, faça seu seguro auto com a Simionatto Corretora de Seguros pelo Tel: (29) 3284-2222